sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Formação de formadores da primeira infância

Trans- formar -ação: Ampliação do repertório

 cultural.






A partir da proposta de ampliação do repertório cultural das equipes gestoras/ formadores dos CEIs e EMEIs da DRE Guaianases, visitamos no ultimo dia 26 de novembro a exposição FRIDA KAHLO: Conexões entre mulheres surrealistas no México.
A exposição Frida Kahlo: Conexões entre mulheres surrealistas no México propõe  um dialogo entre um grupo de mulheres artistas mexicanas e estrangeiras vinculadas ao surrealismo, que gira em torno da figura da Frida Kahlo como detenonador de uma série de influências e movimentos geograficos entre o México, Europa e Estados Unidos. Algumas dessas mulheres nasceram e produziram a maior parte de sua obra no México, como Maria Izquierdo e Lola Alvarez Bravo e compartilharam com Frida khalo não apenas a amizade, mas também o interesse pelo resgate cultura e das tradições de sua terra natal. Remedios Varo e Alice Halon  - que demosbriram a fascinante cultura mexicana por intermédio de khalo, quando ela viajou a Paris em 1938 - fugiram da guerra e se estabeleceram definitivamente no México.



Podemos entrar diretamente no universo da mítica de Frida Khalo de suas pinturas, 13 de suas obras sobre papel e fotografias de Nickolas Muray, Bernard Silberstein, Martin Munkácsi e Héctor García, que trazem um pouco da intimidade da artista. Mas, mais ainda, a exposição promove a oportunidade de seus visitantes se aproximarem da vida e da obra de outras 15 importantes criadoras que conceberam, em terras mexicanas, trabalhos tão vibrantes e intensos quanto os de Frida - dentre elas, Leonora Carrington, Remedios Varo, Maria Izquierdo, Lola Álvarez Bravo e Alice Rahon.


Frida Khalo

        Auto retrato Thorn colar e Colibri, 1940


                                                                         O Flautista, 1955 -  Remedios Varo 

“A mudança de perspectiva faz com que enxerguemos o objeto observável em sua integralidade”
“Ela aprimora o olhar”

Marcelo Rodrigo



“Amei...”
Fátima Gigio


Afirmativa/Reflexiva

Máscaras

"A mulher pode ser o que quiser, pode usar máscaras cobrindo o que se quer esconde ou mostra o que gostaria de ser e não é. Um jogo de se cobrir se mostrar que se define pelo que se viveu e o que se pretende transgredir"

"Amei  está experiência que me trouxe tais pensamentos"

Rute Ramos


“Sensibilidade,
Empoderamento,
Conexão.”
“Experiências e possibilidades: passados, presente e futuro.”

Silvia Herculano

Mais informações:
http://infograficos.estadao.com.br/caderno2/conexoes-de-frida-kahlo/


Instituto Tomie Ohtake
Rua Coropés - Pinheiros



Nenhum comentário:

Postar um comentário