sábado, 20 de fevereiro de 2016

Bairro-escola

Centro de Referências em Educação Integral

O Bairro-escola, desenvolvido desde 1997 pela Associação Cidade Escola Aprendiz, originalmente em São Paulo, é uma proposta de aprendizagem compartilhada que articula e aproxima escolas, comunidades, organizações sociais, empresas e poder público, com o objetivo de promover condições para o desenvolvimento integral de indivíduos e territórios, com especial atenção às crianças, adolescentes e jovens.
Nesta perspectiva, entende-se o ensino-aprendizagem como um processo contínuo, que acontece em todos os espaços e tempos ao longo de toda a vida. Assim, nos processos educativos alinhados aos princípios do Bairro-escola, valoriza-se tanto a história e a cultura local, como a abertura e manutenção de espaços para a inovação permanente. Promove-se o desenvolvimento da autonomia e o cuidado com o outro e com o meio, em relações democráticas conscientes da interdependência entre todos.
De modo geral, é possível compreender “um Bairro-escola” a partir de quatro elementos, complementares e profundamente relacionados entre si:
1. Escolas Articuladoras que desenvolvem seus processos de ensino-aprendizagem e seus projetos político-pedagógicos articulando a família e a comunidade.
2. Rede Intersetorial que promove permanentemente a integração das políticas públicas aos territórios e a formação de redes de proteção social entre agentes da educação, saúde, desenvolvimento social e direitos humanos.
3. Fóruns Públicos que viabilizam espaços democráticos de participação política da comunidade, incluindo a participação direta de crianças, adolescentes e jovens.
4. Diversidade Educativa, garantida pelo manejo e articulação de oportunidades educativas promovidas por diferentes agentes: organizações sociais, empresas, poder público e indivíduos.
Assim, o Bairro-escola compreende as escolas, a comunidade e a gestão pública como eixos estruturantes de processos voltados para o desenvolvimento humano e social por meio da educação.


  • O Bairro-escola coloca em movimento um trabalho em rede que tem como foco o enfrentamento de dois principais problemas: a desarticulação entre instituições, equipamentos, serviços e espaços voltados para as crianças, adolescentes e jovens e o baixo nível de acesso desta população aos recursos educativos e culturais existentes na cidade.
  • A desarticulação das políticas é o que limita o efetivo aproveitamento da cidade nos processos educativos. Uma proposta voltada para superar esta limitação transforma tanto a cidade quanto a escola, a instituição social que, via de regra, centraliza os processos educativos.
  • Paralelamente, os marcos legais brasileiros sustentam que as escolas tenham autonomia para conceber e elaborar seus projetos político-pedagógicos, levando em consideração a cultura dos estudantes, de suas famílias e da comunidade local. No entanto, em função de razões históricas, culturais e estruturais, a escola tem grande dificuldade de se organizar nesse sentido.
  • Nesse contexto, o Bairro-escola vem fortalecer a prática pedagógica das escolas articulando-as às suas redes socioeducativas, conferindo novos sentidos ao processo de aprendizagem e promovendo as condições para o desenvolvimento integral de crianças e jovens. Assim, a escola deixa de ser uma entidade fechada em seus próprios objetivos para se tornar a catalisadora do conhecimento do lugar, envolvendo estudantes, educadores e comunidade em permanente processo de pesquisa sobre as origens, relações e questões do bairro onde se insere.
http://educacaointegral.org.br/glossario/bairro-escola/

Nenhum comentário:

Postar um comentário